1

O 3º Dia de Acção Sustentável na Empresa dedicado à Comunicação foi muito bem recebido por todos os participantes. 

A 29 de Março, no World Trade Center em Barcelona, teve lugar a 3ª Conferência sobre Acção Sustentável nas Empresas (JASE), organizada pela Ecomundis e acolhida pelo Porto de Barcelona.

O evento foi aberto por José Alberto Carbonell, director-geral do Porto de Barcelona, que salientou como "a sustentabilidade tem efeitos sobre terceiros e, portanto, tem de estar acima dos objectivos empresariais. Como entidade pública, temos de explicar os nossos compromissos ambientais de uma forma que seja transparente e compreensível para toda a sociedade".

Dedicados nesta ocasião à Comunicação sobre Sustentabilidade, 65 participantes tiveram a oportunidade de conhecer os regulamentos, ferramentas e recomendações apresentadas por oito distintos oradores. Virginia Ferrer-Vidal, Josep Maria Masip (Departamento do Território e Sustentabilidade), Maria Passalacqua (EMAS Club), Ana Del Río (DNVGL), Pablo Chamorro (ECOMUNDIS), Jordi Vila (PORTO DE BARCELONA) Mari Carmen Rodriguez (B.BRAUN), Arturo Ricarte (TEPSA) e Miquel Lliteras (MB92).

O moderador desta conferência, Pablo Chamorro, felicitou e felicitou a entidade anfitriã pela sua colaboração e disponibilidade para acolher uma conferência que procura sinergias entre os responsáveis pelo ambiente e sustentabilidade, a fim de promover e comunicar os seus compromissos e acções para proteger o ambiente, o desenvolvimento sustentável e a economia circular.

Entre os conteúdos que foram apresentados, destacamos abaixo alguns dos que podem ser descarregados através das apresentações em pdf em anexo.

1

Resumo das apresentações


  • Tecnicamente, o EMAS é a opção de comunicação mais completa e poderosa disponível hoje em dia. Graças às Declarações Ambientais EMAS, a sua validação e registo credencia a comunicação mais fiável e transparente em termos de gestão e desempenho ambiental das organizações. Um registo apoiado por um Regulamento Europeu que também oferece certas vantagens. É de notar que ainda há um longo caminho a percorrer em termos de divulgação pelas organizações que mantêm esta distinção.
  • O Departamento de Território e Sustentabilidade lidera o projecto europeu Interreg-ENHANCE, que promove as formas necessárias para obter novos incentivos para as empresas registadas no EMAS. Esta é uma boa notícia para as empresas que estão registadas ao abrigo do Regulamento EMAS Europeu. Nos próximos anos, serão activados incentivos, bónus, simplificação de procedimentos, redução de algumas inspecções e outras vantagens que foram exploradas e que serão aprovadas nos próximos dois anos.
  • As alterações ao Regulamento EMAS, que afectam o conteúdo das Declarações Ambientais, visam tornar mais flexíveis as magnitudes utilizadas nos indicadores básicos e específicos a comunicar, que devem ser comunicados numa evolução de um mínimo de três anos. Os indicadores associados a aspectos ambientais indirectos significativos devem também ser incluídos nas Declarações Ambientais, bem como a forma como foi adoptada ou avaliada a viabilidade da implementação das melhores práticas ambientais aprovadas para o sector. O indicador de Biodiversidade foi revisto para o tornar mais útil.
  • A utilização de meios digitais é claramente recomendada para a publicação e formato da Declaração Ambiental, bem como a sua integração com outros documentos ou relatórios empresariais, tais como RSE ou Relatórios de Sustentabilidade.
  • A validação ou verificação da Declaração Ambiental não é o objectivo, faz parte do caminho necessário para substanciar uma comunicação verdadeira de dados e informações ambientais. Os canais e elementos de comunicação devem ser mais desenvolvidos de acordo com o público-alvo e em conformidade com um Plano de Comunicação ou Plano de Envolvimento das Partes Interessadas.
  • No caso deorganizações que tenham obtido o registo EMAS, a informação contida na declaração ambiental validada pelo verificador acreditadoserá considerada válida e suficiente para cumprir a secção do relatório dedicada à informação ambiental, na medida em que este certificado não funciona apenas por centro de trabalho e cobre toda a actividade da empresa. No entanto, a acreditação EMAS não pode, em caso algum, isentar a entidade da apresentação de relatórios sobre a actividade ambiental no relatório não financeiro, com o objectivo de que toda a informação não financeira exigida pela Directiva esteja contida num único documento. As empresas que têm estudos mais detalhados sobre a pegada de carbono, políticas de adaptação aos impactos das alterações climáticas ou outras áreas ambientais podem fornecer esta informação como complemento ao resto da informação ambiental necessária.
  • Foi afirmado que num futuro próximo, no horizonte 2030, os interessados não compreenderão uma empresa que utilize o rótulo "Sustentável" ou "Eco-eficiente" se não tiver planos directores e acções em quatro áreas principais:
    1. Gestão baseada na melhoria contínua de indicadores de desempenho ou comportamento ambiental nos processos de produção ou desenvolvimento ou apresentação de serviços.
    2. Uma estratégia de concepção ecológica de produtos e serviços a médio e longo prazo que tenha em conta a economia circular e a simbiose industrial.
    3. A adopção de energias renováveis através da compra de energia certificada ou autoprodução.
    4. Interacção ou envolvimento das partes interessadas, bem como a análise das necessidades e expectativas das partes interessadas no quadro da responsabilidade social das empresas e dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Acção Sustentável


A rede AcciónSostenible® é a comunidade comunidade não-associativa de empresas e partes interessadas que colaboram livremente em projectos e acções para o desenvolvimento de um novo paradigma empresarial baseado no progresso e desenvolvimento económico e desenvolvimento sustentável..
Todas as acções levadas a cabo são propostas,planeado, realizado e financiado pelas empresas participantesempresas participantes que tenham estado envolvidas em cada projecto doprojecto da comunidade Acción Sostenible®. ECOMUNDIS é a empresa que gere as acções e programas em conjunto com as empresas anfitriãs.
Coordinadora d'Acció Sostenible® (Coordenadora de Acção Sustentável®)
[email protected] - Tel. 93 7777 623

ECOMUNDIS EDITORIAL,SL. https://twitter. com/Ecomundis

1

NOTA DE COMUNICAÇÃO: Requisitos e ferramentas de comunicação no domínio da Sustentabilidade

A terceira edição do Jornades d'Acció Sostenible a l'Empresa (JASE), um workshop de formação organizado pela Ecomundis e desta vez organizado pela Autoritat Portuària de Barcelona, terá lugarna próxima quinta-feira, 29 de Março, das 9h às 14h, no edifício do World Trade Center em Barcelona.

Um evento caracterizado por ser o fruto da colaboração entre diferentes empresas com o apoio de organizações e instituições que contribuem com os seus conhecimentos técnicos e melhores práticas. A JASE'19 terá o prazer de contar com o know-how da DNVGL, do Departamento de Território e Sustentabilidade (Generalitat de Catalunya), do Clube EMAS, TEPSA, B. BRAUN e MARINA BARCELONA'92, para além das contribuições dos próprios organizadores.

Sob o título Requisitos e instrumentos de comunicação no domínio da sustentabilidade, a conferência apresentará as diferentes indicações e recomendações neste domínio, utilizando o Regulamento EMAS e as declarações ambientais como um instrumento de comunicação versátil e solvente para este fim.

Há muitos aspectos envolvidos nas exigências internas e externas da comunicação empresarial, desde as emissões deCO2, como resultado e principal indicador da luta contra as alterações climáticas, à economia circular, aos compromissos ecológicos, à eco-disseminação e rotulagem ecológica, entre outros. Todo um mar de possibilidades para mostrar como traduzimos o compromisso ambiental em informação compreensível para o público alvo.

Esta conferência irá introduzir as principais alterações incorporadas na última modificação do Regulamento EMAS Europeu, bem como outros instrumentos complementares para responder aos requisitos de comunicação ambiental que os interessados ou partes interessadas incorporam nas suas expectativas de informação verdadeira e válida.

Também teremos a oportunidade de saber mais sobre o Projecto Interreg Europe ENHANCE, liderado pelo Departamento de Território e Sustentabilidade. Este projecto de cooperação inter-regional visa melhorar as políticas regionais de eficiência de recursos através do EMAS e promover e elevar o perfil do EMAS como um motor da economia circular.

Como novidade, a Ecomundis, uma empresa que publica relatórios de sustentabilidade empresarial, apresentará o primeiro modelo de Declaração Ambiental online auto-publicável para organizações.

Por razões de capacidade, este evento destina-se a empresas e actividades com sistemas de gestão ambiental certificados ou em vias de os implementar. Haverá lugares adicionais disponíveis para os estudantes participantes e outras actividades, dependendo do número de inscrições completas e por ordem estrita de pedidos de presença.

FORMULÁRIO DE REGISTO: https://ecomundis.com/forms/jase19/

O programa e a lista de oradores são mostrados abaixo.

Documentação e apresentações

1